Teste

Automatic Slideshow

Breaking News

Acusado de matar pastora em Vitoria da Conquista é condenado a 30 anos de prisão


Um dos acusados da morte de uma pastora e sua prima em Vitória da Conquista, oeste da Bahia, foi condenado a 30 anos de prisão em regime fechado na noite desta quarta-feira (19). Segundo publicação do ‘G1’, Adriano Silva dos Santos foi encaminhado ao presídio local logo após o julgamento que chegou ao fim por volta de 21h30.
Adriano foi apontado pela promotoria como um dos executores de Marcilene Oliveira Sampaio e da prima dela, Ana Cristina Santos Sampaio, em janeiro deste ano. Um crime que teria sido cometido com outro suspeito, Fábio de Jesus Santos, a mando do pastor Edimar Brito, afirma o texto. Os outros dois acusados recorreram à Justiça e serão julgados separadamente.

Nenhum comentário