Teste

Breaking News

Desembargador nega pedido de liberdade para Eduardo Cunha



O desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, negou pedido de liberdade para Eduardo Cunha (PMDB) e manteve o ex-deputado preso. A decisão foi proferida nesta sexta-feira (28).
Nela, o desembargador diz que Cunha demonstrou “acentuada conduta de desprezo não só à lei e à coisa pública, mas igualmente à Justiça criminal e à Suprema Corte” e, por isso, deve permanecer atrás das grades.
O ex-presidente da Câmara foi preso no último dia 19 por determinação do juiz Sérgio Moro, que cuida dos processos em primeira instância da Lava Jato. Com a decisão desta sexta, caberá à 8ª Turma da Corte analisar o mérito do pedido da defesa, mas ainda não há previsão.

Nenhum comentário