Teste

Automatic Slideshow

Breaking News

Rogério Ceni x Ricardo Gomes


Rogério Ceni e Ricardo Gomes. Dois personagens importantes, com história no futebol. De um lado o maior ídolo do São Paulo e, ansioso por estar há um ano longe do futebol. Está ávido para começar a trabalhar como técnico no Morumbi em janeiro de 2017.
Do outro, um ex-excelente jogador de futebol. Com dez anos de Seleção Brasileira. Reverenciado no Fluminense, Benfica e Paris Saint-Germain. Treinador esforçado, trabalhador, competente. Amor pelo futebol que o transforma em caso raro no mundo. Depois de dos AVCs enfrentou médicos e família e segue trabalhando como técnico.
Leco completa hoje um ano como presidente do São Paulo. E o que o dirigente está fazendo com os dois é lamentável. Deixa claro que não passam de meros peões no xadrez no jogo da reeleição. Ele estimula os dois. Insinua que ambos podem comandar, organizar, montar o time de 2017.
O que mostra o quanto ele é indeciso, não tem qualquer convicção. Porque cada um deles representa uma filosofia completamente inversa. Ricardo Gomes tem exatos 20 anos de carreira. Seus times são compactos, optam pelos contragolpes em velocidade, pelos lados do campo. São intensos quando atuam em casa, com marcação alta. Mostram certo problema de recomposição. E nas bolas aéreas. Ele é um líder discreto, que costuma respeitar muito os jogadores. Por isso são raríssimos os problemas no ambiente dos grupos que forma.
Rogério Ceni como técnico é uma verdadeira incógnita. Ele sempre teve uma visão tática quando foi jogador. Apesar de goleiro, muitas vezes, atuava como líbero. Nas entrevistas detalhava com perfeição a dinâmica do São Paulo e do adversário. Apontava erros e acertos que escapavam dos críticos, dos jornalistas. Alguém especial, com muito embasamento.
Nos 1.238 jogos e 132 gols que marcou pelo São Paulo, Ceni teve íntima relação com os mais variados treinadores. Desde vitoriosos como Telê Santana, Muricy Ramalho, Parreira, Carpegiani, Levir Culpi, Cuca, Juan Carlos Osório. Até outros nem tanto, como Leão, Adilson Baptista, Ney Franco, Doriva. Teve um painel espetacular.
Além disso, foi fazer curso na Inglaterra. E está estagiando com Jorge Sampaoli no Sevilla.
Mas não tem prática alguma.

Tanto Ricardo Gomes como Rogério Ceni não param de dar recado pela imprensa. Querem estar no comando do São Paulo em 2017. Mas Leco, inseguro como sempre, está enrolando os dois. Sondando conselheiro por conselheiro. Quer saber qual dos dois traria mais apoio, mais votos na eleição de abril.

Nenhum comentário