Teste

Breaking News

TROCAR DE CANDIDATO PODE SER UMA ALTERNATIVA CASO SE CONFIRME NOVAS ELEIÇÕES



Roberto de Sena
Mural do Oeste

Estive nesta quinta-feira, 27, em Santa Rita de Cássia e conversei, demoradamente, com diversas pessoas do meio político. A expectativa de boa parte da população é que, em breve, sejam convocadas novas eleições para definir o pleito. No voto, as eleições de outubro foram vencidas por Romualdo Setúbal, mas ele enfrenta problemas na Justiça Eleitoral por conta da Lei da Ficha Limpa o que resultou no indeferimento de sua candidatura até o momento.

Em Salvador, no Tribunal Regional Eleitoral, Romualdo perdeu por unanimidade e o caso agora deve  ser decidido em Brasília. Se Romualdo perder em Brasília e esgotadas todas as possibilidades de recursos, a Justiça Eleitoral marca uma data para a realização de novas eleições.

É neste ponto que o grupo derrotado começa a refletir sobre o futuro. Opiniões que me foram passadas destacam que começa a tomar corpo uma tendência de substituir o candidato Keno de Dedé por um outro nome.

O sentimento dos santarritenses é que essa providência pode ser encarada pelo eleitor como um fato novo e, consequentemente, pode mudar o cenário de tal forma repercutindo em uma  perspectiva de vitória contra o candidato de Romualdo. (Se houver uma nova eleição Romualdo não pode ser candidato e deverá indicar um outro nome para concorrer ao pleito.) De fato, uma mudança nestas proporções, poderá provocar forte impacto junto ao eleitorado.

Algumas pessoas com quem conversei elogiam a postura de Keno de Dedé, acham que ele é bom nome mas acentuam também que ele sofreu duas derrotas consecutivas e isso o enfraquece para uma nova eleição. Assim sendo fala-se em nomes como do empresário Assirley, a empresára Leila Serpa, o ex-prefeito Zezo Aragão, entre outros que, em tese, poderiam atrair novos votos para o grupo. 

Acredita-se que, com esta mudança, o grupo pode ganhar fôlego novo e se fortalecer para a disputa de um novo pleito. É uma ideia que deve passar por uma profunda reflexão de todos que participam do grupo, pesando os prós e os contras e, sobretudo, somando forças para uma nova caminhada. É algo que só se faz com desprendimento, união e maturidade política.

Romualdo - o que venceu nas urnas - aguarda o desenrolar dos fatos mantendo-se tranquilo. Teve a maioria dos votos e, mesmo que aconteça uma nova eleição, pode indicar um nome - fala-se em seu filho Rômulo Setúbal - e é forte candidato a vencer novamente.

Ao grupo adversário de Romualdo cabe agora ter serenidade, equilíbrio, se despir da vaidades e buscar o nome que mais agregue, que tenha mais capacidade de articulação, mais poder de convencimento - não só no plano municipal mas também tenha interlocução nas esferas federal e estadual, para chegar forte e em condições de disputar pra valer as novas eleições.

Este é o cenário e o jogo em Santa Rita de Cássia está aberto e quem articular melhor pode vencer caso se confirme as novas eleições.




Nenhum comentário