Teste

Breaking News

Em semana decisiva, ex-presidente Lula e Aécio Neves podem ser presos




A semana começa com possibilidade de prisão de líderes de dois dos maiores partidos políticos do Brasil: Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Aécio Neves (PSDB).


Isso porque a partir da próxima quarta-feira (21) o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, poderá proferir sua sentença no processo em que o ex-presidente Lula é réu. O petista é acusado de ter recebido propina por conta de três contratos firmados entre a OAS e a Petrobras.
No último dia 2, o Ministério Público Federal pediu a prisão de Lula em suas alegações finais, com cumprimento da pena em regime fechado. Além disso, sugeriu pagamento de R$ 87,6 milhões em multa.
Já o senador afastado Aécio Neves pode ser preso antes de Lula, nesta terça-feira (20), quando a 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) julgará o pedido de prisão feito pela PGR (Procuradoria-geral da República). Para quem não sabe, a mesma turma decidiu manter na cadeia a irmã de Aécio, Andrea Neves.
O Ministério Público denunciou o tucano por corrupção ativa e obstrução da Justiça. Ele é acusado de atuar junto com Michel Temer para barrar a Operação Lava-Jato.

Nenhum comentário