Teste

Breaking News

Feira: MP entra com ação contra prefeito por ato de improbidade administrativa



O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ajuizou uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM), e a secretária municipal da Saúde, Denise Mascarenhas.
 
De acordo com o MP-BA, o prefeito e a secretária promoveram contratações diretas de profissionais para atuarem na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Mangabeira. Além disso, com a conivência de duas cooperativas, eles tentaram dar aparência de legalidade às contratações irregulares, mesmo com candidatos aprovados em concurso público aguardando nomeação para os mesmos cargos.
 
Por meio de nota, a prefeitura informou que “abriu licitação para contratar uma empresa para administrar a UPA da Mangabeira, mas que o processo foi suspenso por conta de um recurso de uma das empresas participantes”. Ainda segundo a prefeitura, os “servidores terceirizados foram contratados momentaneamente para não interromper o atendimento” enquanto o processo não for concluído. A prefeitura informou também que todos os aprovados no concurso público realizado pela prefeitura já foram contratados.

Nenhum comentário