Teste

Breaking News

Prefeito de Irecê anuncia redução de salários e cortes de nomeados e contratados




O prefeito de Irecê, Elmo Vaz, determinou a redução de salários dos cargos nomeados em percentuais que variam de 10 a 25%. De acordo com o Decreto 543, publicado hoje no Diário Oficial dos Municípios, os cargos de prefeito e vice-prefeito terão subsídios reduzidos em 25%. Já secretários, procuradores, subsecretários, ouvidor, auditor, controlador, tesoureiro e outros correlatos, terão desconto de 20%; coordenadores, 15%; e diretor de divisão e supervisor de programas, 10%; além de redução de contratados e nomeados. A infromação foi compartilha com a imprensa em coletiva ocorrida na manhã desta quarta-feira (23)
Ainda de acordo com o decreto, todas as estruturas da administração púbica devem evitar provimento de cargo público, admissão ou contratação de pessoal, salvo em comprovada e excepcional necessidade, legalmente comprovada. De acordo com Jazon Jr, as medidas visam adequar o município à realidade financeira, de modo a manter o fiel cumprimento das obrigações fiscais previstas na lei de responsabilidade que rege a administração pública.
O secretário de Administração, Jazon Júnior, ressaltou que o Brasil vive um momento de crise aguda, afetando especialmente os municípios. “Temos acompanhado através dos diversos meios de comunicação, que prefeituras de todo o País estão adotando medidas de demissões em massa, redução de salários de servidores e de serviços. Todos os municípios da região de Irecê enfrentam o mesmo dilema e estão, cada um no seu formato, adotando medidas para equilibrar as suas contas”.

REFORMA ADMINISTRATIVA – Encarregado de coordenar a reforma da estrutura administrativa, João Gonçalves apontou que além dos distratos, exonerações e redução dos subsídios do alto escalão do governo, está em curso uma recomposição da Lei de Infraestrutura administrativa do município, com meta de reduzir 30% das despesas. “Estamos em fase de conclusão da proposta desta reforma, onde se propõe o fim dos cargos de subsecretários, e pelo menos a fusão de duas secretarias, bem como a redução de remuneração de diversas funções”, finalizou o secretário de governo.

Nenhum comentário