Teste

Breaking News

Intervenção do DEM de Neto em propaganda do PCdoB é censura, afirma Florence



O Democratas, partido do prefeito ACM Neto, conseguiu, na Justiça Eleitoral, derrubar um trecho da propaganda partidária do PCdoB que associava o gestor soteropolitano ao governo do presidente Michel Temer (PMDB). Para o deputado federal petista Afonso Florence, o gesto do Democratas se configura um ato de censura.“A censura ao programa do PCdoB se configura censura à liberdade de expressão e revela duas coisas em relação a ACM Neto: primeiro, o fato de que, apesar de apoiar o golpe e o governo Temer, ele tenta dissimular, porque sabe que a população repudia ambos e vai se queimar; e segundo, ele não tem respeito à liberdade de expressão, nem à liberdade de imprensa”, disparou o parlamentar.
Para o petista, o ato do prefeito "não surpreende". "Apesar de jovem, ele é velho na política, membro da oligarquia mais retrógrada do país. Ele não escapa de verdade: ACM Neto apoiou o golpe e é ligado a Temer”, reiterou.
Na propaganda comunista, aparecem imagens de matérias jornalísticas mencionando o encontro de Neto com Temer para “negociar apoio do DEM” para salvá-lo da abertura de impeachment na Câmara dos Deputados. De acordo com a peça apresentada pelo partido do prefeito, o PCdoB, em vez de utilizar o espaço para propagar informações do partido, teria veiculado uma propaganda com natureza de propaganda eleitoral.

Nenhum comentário