Teste


Breaking News

Cantora é acusada de receber entidade e é agredida por populares




Uma cantora paraibana foi vítima de agressões após populares acusá-la de receber uma entidade. O caso aconteceu durante uma confraternização promovida por um bloco carnavalesco, no sábado (3), em João Pessoa, na Paraíba.
O bloco fazia uma homenagem aos seus pais, Antônio Barros e Cecéu, cantores famosos na cidade, e, segundo a vítima, pessoas que estavam presentes na festa tentaram exorcizá-la e a agrediram. Mayara usou as redes sociais, na tarde desta terça-feira (6), para relatar o acontecido e fez uma denúncia grave. Sem mencionar nomes, ela divulgou um vídeo contando a história e postou fotos da agressão.
“Quiseram tirar o satanás de mim? Sera que essa é a forma? Com truculência? Será que satanás estava em mim? Estou sem voz de tanto gritar pedindo ajuda, vieram com incensos quando tudo que havia consumido era vinho, até meu conhecimento. E depois: eu que estava com o satanás no corpo?”.
A cantora acusou participantes da festa de fazerem um complô contra ela. Mayra disse que passou mal durante a festa e que sugeriram que ela deitasse. Quando ela deitou, começou a sentir o seu coração acelerar demais e um som foi ligado recitando versículos da Bíblia e pessoas a teriam atacado com incensos. Veja vídeo:

Nenhum comentário