Teste

Breaking News

Conder recebe prêmio Selo do Mérito 2018




O projeto de Urbanização Integrada com Produção Habitacional, Implantação de Infraestrutura e Equipamentos Urbanos e Recuperação Ambiental em Nova Esperança – de autoria da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbanbo (Sedur), - conquista o Selo de Mérito 2018, conferido pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC) e pelo Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano (FNSHDU). 

A honraria será entregue nesta quinta-feira (22), no Fiesta Bahia Hotel, no bairro do Itaigara, em Salvador, durante o encerramento do 65° Fórum Nacional de Habitação. Esta é 9ª vez que a Bahia recebe o prêmio, que tem como objetivo promover e divulgar projetos relevantes dos estados e municípios no âmbito da habitação de interesse social. Nesta 20ª edição foram 32 projetos inscritos, com 14 vencedores em quatro categorias. 

Executado no bairro de Nova Esperança, região periférica de Salvador, no entorno da BA – 535, conhecida como Estrada do CIA–Ceasa, a comunidade de Nova Esperança surgiu inicialmente como ocupação irregular, que se estendeu até as margens da Represa de Ipitanga. 
O projeto tem o objetivo de promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas que residem na região, por meio da implantação de novas habitações, infraestrutura e recuperação ambiental das margens da Represa do Ipitanga, manancial que abastece grande parte da capital baiana.



A atuação na região proporciona a recuperação de locais degradados e a revitalização de áreas ambientais danificadas pelo descarte irregular de lixo e esgoto. As ações foram divididas em três etapas, que contemplam o tratamento de água e esgoto, drenagem, pavimentação e implantação de 411 unidades habitacionais, escolas, centro comunitário, quiosques, drenagem pluvial, urbanização, ciclovias, praças e campos de futebol. 

Com um investimento de mais de R$ 63 milhões, as intervenções beneficiam aproximadamente 14 mil pessoas residentes no bairro, que inclui as comunidades de Barro Duro, Cepel e Bom Sucesso. De acordo com o diretor de Habitação da Conde, Deusdete Fagundes, o projeto foi articulado no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), por meio do Ministério das Cidades, com repasse de recursos pela Caixa Econômica Federal. 

Estratégiase  Educomunicação. 

Diante da complexidade de atuar em comunidades densamente ocupadas, com moradias consolidadas, foi necessária a criação de uma força tarefa, integrada por técnicos da equipe da Coordenação Social da Conder. Na fase inicial, foram realizadas visitas periódicas, com o propósito de identificar as famílias contempladas e a apresentação do projeto a ser executado. 

Nas demais etapas, houve um intenso processo de mobilização, incentivo a participação popular, rodas de diálogos e oficinas de 
A coordenadora social da Diretoria de Habitação da Conder, Graziane Amorim, ressalta que as atividades desenvolvidas em nova esperança não terminaram na entrega das moradias e dos serviços de urbanização. 

Ações de pós-ocupação estão em andamento e consistem de plantão de atendimento, reuniões e divulgação de material informativo sobre os direitos e deveres dos moradores. “O monitoramento é permanente, visando identificar movimentos de novas ocupações e a preservação do serviço executado”, comenta a coordenadora.

O diretor de Habitação da Conder enfatiza também que “a ação premiada é um exemplo a ser replicado, já que oferece solução habitacional e ambiental para populações de grupos sociais com necessidades específicas, periurbanas, de baixa renda com características culturais, respeitando as suas particularidades”.

Fonte: Ascom/Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder)

Nenhum comentário