Teste


Breaking News

Iniciada construção da Policlínica de Escada no Subúrbio de Salvador




Um dos mais antigos bairros do Subúrbio Ferroviário de Salvador, Itacaranha, receberá a instalação de uma Policlínica de Saúde. A autorização para a construção foi assinada pelo governador Rui Costa, na manhã deste sábado (24), com início imediato dos serviços de fundação e terraplanagem. A unidade contará com investimento de R$ 15,3 milhões, que serão utilizados também na compra de equipamentos e mobiliários.,

A Policlínica de Escada faz parte da proposta do Governo do Estado em facilitar o acesso da população aos serviços de saúde com ampliação da oferta de serviços de alta e média complexidade. A previsão é que a obra seja realizada no período de dez meses. 

Durante o ato, Rui Costa explicou para a imprensa sobre o processo para a concretizar a construção de Policlínicas de Saúde em Salvador. “Nós temos um contrato com o Banco mundial de um empréstimo, que começou a ser negociado ainda no governo de Wagner, que fez um diagnóstico, assim como nós fazemos, constatando ser a Atenção Básica de Saúde um dos graves problemas da Região Metropolitana de Salvador [RMS]. Então, o Estado pegou o empréstimo e o banco definiu que a prioridade ia ser para construir policlínicas, unidades básicas e Caps [Centros de Atenção Psicossocial] aqui. Por isso, nós começamos a conversar com o município para escolher áreas".


Segundo o governador, serão duas unidades na capital, sendo a primeira a de Escada, no Subúrbio, a maior concentração populacional da cidade, com maior adensamento e escassez de serviço. “Quando se fala em Subúrbio é a região inteira, desde Fazenda Couto, Coutos, Paripe, Periperi, Marechal Rondon, fundos de São Caetano. É bolsão gigantesco de gente, que não tinha atendimento”. 
A outra policlínica será na região de Tancredo Neves e do Cabula. “Infelizmente, nós já oferecemos dois terrenos e a Prefeitura não aceitou. Nós estamos aguardando a sugestão deles para gente definir onde vai construir a segunda”.

Rui enfatizou ainda que o Governo do Estado pretende disponibilizar integralmente à Policlínica de Escada “os mesmos serviços que estamos oferecendo no interior do estado, um serviço completo. As que inaugurei, eu tenho orgulho de dizer, não existe clínica ou policlínica particular que seja igual a que estamos construindo, pelo padrão de qualidade e conforto, acabamento de primeira qualidade. O que nós queremos é encurtar o tempo para as pessoas terem o diagnóstico. Queremos reforçar a prevenção. Por isso, estamos construindo essas unidades”.

O governador também informou que serão construídos em Salvador seis postos de saúde. “Amanhã [domingo, 25], a gente começa o primeiro, em Itapuã. Vamos construir Caps, Academia da Saúde. A ideia nossa é reforçar a Atenção Básica de Saúde". 

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, presente do ato, a unidade irá oferecer atendimento para mais de 15 especialidades, incluindo cardiologia, angiologia, endocrinologia, além de serviços de imagem como ecocardiograma, ultrassonografia, endoscopia, entre outros. “Diversos exames complementares necessários para o diagnóstico e o tratamento correto da população”. A Policlínica será construída em uma área de mais 2.800 mil metros quadrado e atenderá uma população de cerca de um milhão de habitantes. 

Na Bahia, já foram instaladas Policlínicas Regionais nas cidades de Teixeira de Freitas (extremo sul), Irecê (centro norte), Jequié (centro sul) e Guanambi (sudoeste). Além disso, estão previstas a implantação de outras unidades regionais em Santo Antônio de Jesus, Valença, Feira de Santana e Alagoinhas. O Governo pretende alcançar o número de 17 policlínicas construídas ou iniciadas as obras até o final deste ano.

Nenhum comentário