Teste


Breaking News

Mesmo sendo ‘ficha suja’, Lula pode registrar candidatura; entenda




Os desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Victor Luiz dos Santos Laus, João Pedro Gebran Neto e Leandro Paulsen, julgam nesta segunda-feira (26) os últimos recursos do ex-presidente Lula na segunda instância. São embargos de declaração, que não têm o poder de mudar a sentença, mas apenas esclarecer alguns pontos.
No entanto, mesmo que a Corte negue estes embargos, ainda restará à defesa de Lula mais uma chance para adiar o processo. Seria o “embargo do embargo”, que consiste no pedido, por parte dos advogados, de esclarecimentos sobre a decisão.
A análise desse “embargo do embargo” ficaria, então, para uma próxima sessão. Mas, conforme destaca O Globo, a chance de sucesso desta ação é pequena, visto que, em outros casos, os desembargadores consideraram a medida meramente protelatória.

Nenhum comentário