Teste

Breaking News

Você pode fazer chamadas gratuitas em orelhões de 15 estados brasileiros



Por determinação da Anatel, a Oi foi obrigada a oferecer ligações gratuitas nos orelhões de 15 estados. A medida imposta pela agência é uma espécie de punição pelo fato da operadora descumprir os patamares mínimos de disponibilidade do telefone público.
Nos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe, a Oi não atingiu os patamares mínimos de qualidade dos telefones públicos. Dois parâmetros são adotados para a medição: disponibilidade no estado (mínimo de 90%) e nas localidades atendidas apenas por orelhões (mínimo de 95%).




Com a popularização dos celulares, a disponibilidade e uso de telefones públicos estão cada vez mais raros. Na maioria dos casos, manter um orelhão significa prejuízo para a operadora, uma vez que a receita obtida por esses terminais não paga pela sua disponibilidade e manutenção.
Disponibilizar telefones públicos é uma obrigação das concessionárias de telefonia. No Brasil, a Oi é a maior delas, operando em todos os estados brasileiros, exceto São Paulo — por lá, é a Vivo que detém a obrigatoriedade. É importante lembrar que as áreas atendidas pela CTBC e Sercomtel não serão contempladas com as ligações gratuitas, uma vez que a Oi não é a concessionária local.

Nenhum comentário