Teste

Breaking News

Aécio não dá as caras em convenção tucana e adia anúncio de candidatura



O senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) lança sua candidatura ao governo de Minas em convenção neste sábado (28), em Belo Horizonte, sem a presença de seu padrinho político, o também senador Aécio Neves (PSDB-MG).
O esforço para descolar Aécio de Anastasia tem o objetivo de preservar a campanha ao governo de Minas das denúncias de corrupção contra Aécio. Acuado pela delação do empresário Joesley Batista, ele não esteve presente em nenhum evento da pré-campanha de Anastasia.
Para não estar na chapa de Anastasia, Aécio não se candidatará à reeleição e deve concorrer a uma vaga na Câmara Federal.

Em nota, a assessoria do Senador informou que ele decidirá na próxima semana qual cargo disputará.
Há quatro anos, Aécio concorria à Presidência. Em Minas, porém, em 2014, ele perdeu para a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) que disputará uma vaga ao Senado no estado.
Na corrida ao governo, também prevalece a polarização entre PT e PSDB, com o governador Fernando Pimentel tentando a reeleição e tendo como principal adversário o ex-governador tucano.
A convenção deste sábado formaliza a aliança entre PSDB, PTB, PSD, PSC, PPS, PMN e Solidariedade na chapa majoritária, o que pode dar a Anastasia o maior tempo de TV em Minas.
As vagas ao Senado devem ser ocupadas por Dinis Pinheiro (Solidariedade) e Carlos Viana (PHS) —com os postos preenchidos, não há lugar para Aécio. O vice de Anastasia é o deputado federal Marcos Montes (PSD). 

Nenhum comentário