Teste


Breaking News

Bom Jesus da Lapa se mantém como o maior produtor de banana do Brasil



Em 2017, três municípios baianos passaram a figurar entre os 20 com maior valor de produção de frutas no país: Bom Jesus da Lapa, que passou de 23º para 10º, Juazeiro, que subiu da 10ª para a 9ª posição entre 2016 e 2017,  e Casa Nova, que saiu do 38º para 11º. Todos tiveram expressivos aumentos na área colhida e no valor da fruticultura, de um ano para o outro.
Entre 2016 e 2017, o valor da produção da fruticultura em Bom Jesus da Lapa cresceu  75,5%, passando de no valor da fruticultura de R$ 159,8 milhões para R$ 280,5 milhões, e de 4,1% na área colhida (de 9.304 para 9.683 ha).
Juazeiro  teve um aumento 48,1%, passando de R$ 240,1 milhões para R$ 355,4 milhões; e a área colhida com frutas mais que dobrou (+135,2%), de 6.132 para 14.425 hectares.
Em Casa Nova, por sua vez, o valor da produção de frutas mais que duplicou (+123,0%), subindo de R$ 122,5 milhões para R$ 273,2 milhões, enquanto a área colhida quase dobrou (+91,0%), indo de 3.356 para 6.430 hectares.
Com esse incremento, Casa Nova ultrapassou Juazeiro e se tornou o segundo município brasileiro em volume e valor de produção de mangas, com R$ 150 milhões e uma safra estimada em 150 mil toneladas. Ficou atrás apenas de Petrolina (PE), que colheu 173,4 mil toneladas a um valor de R$ 164,7 milhões. Apesar de também ter tido expansão da lavoura de manga, em 2017 Juazeiro caiu para o terceiro lugar, tanto na produção da fruta quanto no seu valor, com 144,8 mil toneladas e R$ 144,8 milhões, respectivamente.
Já Bom Jesus da Lapa se manteve, em 2017, com o maior produtor de bananas do país, com 180 mil toneladas. Tornou-se também o município com maior valor de produção de banana, chegando a R$ 270 milhões e superando Wenceslau Guimarães, que teve, em 2017, um ano de perdas na safra de bananas. Em relação a 2016, Wenceslau Guimarães apresentou queda de 43,9% na produção de banana (de 115,9 mil para 65 mil toneladas) e recuo de 59,6% no valor da safra da fruta (de R$ 207,9 milhões para R$ 83,9 milhões). O município passou a ser reconhecido como o maior produtor de banana do país no ano de 2017, a partir de uma  dissertação de mestrado apresentada por  Demétrios Rocha, técnico da 2ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf)  da cidade de Bom Jesus da Lapa, que  fundamentou a atualização da Pesquisa Agrícola Municipal (PAM) em 2016, elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Dentre os dez municípios baianos com maior valor de produção da fruticultura em 2017, também se destaca Rio Real. Apesar de ter tido redução tanto na quantidade produzida quanto no valor da produção de laranja em relação a 2016, foi o único município fora de São Paulo entre os dez maiores produtores da fruta no país, ocupando o 9º lugar no ranking nacional, com 270,0 mil toneladas colhidas em 2017, a um valor de R$ 94,5 milhões.

Nenhum comentário