Teste


Breaking News

Salvador alcança 5,3 na nota do Ideb e supera meta prevista para 2021



Salvador alcançou 5,3 na nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2017, nos anos iniciais do ensino fundamental, etapa que vai do 1º ao 5º ano, segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), divulgados nesta segunda-feira (3). Com esse resultado, a rede municipal de ensino de Salvador superou a meta de 2021 estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC) para o Ensino Fundamental, que é de 5,1. De acordo com a prefeitura, no Ideb de 2015, a nota foi de 4.7. Com isso, a capital baiana melhorou uma posição no ranking das capitais e subiu de 17ª para 16ª. Já nos anos finais do ensino fundamental, do 6º ao 9º ano, Salvador foi a capital que mais cresceu, saltando da posição de número 24 para 18, subindo seis posições no ranking.
 
O prefeito ACM Neto explicou que o avanço de Salvador reflete uma tendência que é fruto dos investimentos em melhorias estruturais e na qualidade do ensino público municipal. "Investimentos 30% do nosso orçamento em educação, ou seja, acima dos 25% exigidos pela Constituição. Desde 2013, iniciamos um processo intenso de requalificação de nossa rede física, que já atingiu quase 65% de todas as nossas escolas. Destinamos recursos para o mobiliário das nossas unidades de ensino e para projetos inovadores, como as Escolabs e o Subúrbio 360. E também apostamos na valorização dos professores e do conteúdo aplicado em sala de aula. Por isso esperamos evoluir sempre", comemorou ACM Neto.
 
De acordo como o secretário municipal da Educação, Bruno Barral, o avanço é resultado das políticas e ações adotadas pela Prefeitura. “A atual gestão municipal enxerga a educação como prioridade. Educação é peça fundamental na construção de uma sociedade justa e com oportunidade para todos”, salientou.

Outro ponto destacado pelo secretário para o avanço na educação do município é o trabalho dos Agentes da Educação. Eles atuam nas escolas, acompanhando a frequência e o aprendizado dos alunos. O programa Agentes da Educação, desenvolvido em parceria com o Parque Social, contribui para a redução do abandono escolar através do fortalecimento do vínculo entre unidade de ensino, família e comunidade.

Nenhum comentário