Teste


Breaking News

Espero que o PT na Bahia não se desgaste como o carlismo, afirma Otto Alencar


O senador Otto Alencar disse torcer para que o PT na Bahia, que está há 13 anos no comando do governo, não se desgaste como o carlismo – grupo político que foi liderado pelo ex-senador Antônio Carlos Magalhães. O desgaste é apontado como motivo para a derrota de Paulo Souto (então PFL e hoje DEM) para Jaques Wagner (PT) em 2006, encerrando o ciclo do grupo carlista de 16 anos.
“Espero que não [se desgaste]. Eu sou aliado do PT, dos governadores Wagner e Rui [Costa]. Espero que possam acertar. Se eles estão acertando e fazendo o bem para o povo baiano, pode ter certeza que vai contar sempre com meu apoio. Não interessa se o benefício é pela mão do PT, do PSD, do PSB ou de qualquer outro partido. O que interessa é que o benefício chegue para resolver as dificuldades sociais do povo baiano”, declarou.


Otto voltou a se esquivar ao ser perguntado se tem pretensão de ser candidato ao governo da Bahia em 2022. “Quero fazer um bom trabalho aqui no Senado Federal. Meu esforço é esse. Eu não sou de pensar muito no que vai acontecer no futuro. Sou de viver o presente e nunca tive essa ambição. Não vou programar aquilo que possa fazer lá no futuro”, pontuou.

Nenhum comentário