Teste

Breaking News

Encontro de ACM Neto com oposição da AL-BA quer dar norte ao grupo político


O encontro entre deputados estaduais e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), busca evitar, entre outras coisas, que o discurso de que o gestor abandonou a bancada fique impregnado no grupo. Desde as eleições de 2018, quando o prefeito recuou de disputar o governo da Bahia, há uma recorrência em atrelar a retração da minoria à decisão de ACM Neto. Apesar de fazer sentido, o prefeito não é o único responsável como tentam pintá-lo. Como o terreno tem mato seco disponível, é melhor controlar faíscas do que debelar incêndio.

A oposição ao governador Rui Costa na Assembleia Legislativa da Bahia não chega perto de provocar cócegas nos projetos enviados pelo Executivo. Consegue obstruir um pouco, mas numericamente é muito inferior que a bancada governista. E, por mais que haja uma liderança formal, a minoria é praticamente acéfala como grupo político. A própria escolha de Targino Machado para o posto é um exemplo de como falta coesão aos oposicionistas a Rui. Na ausência de um nome disposto, o deputado e sua verborragia incontida foram alçados líderes.

Daí aparece a demanda de ACM Neto de arregimentar esse rebanho ligeiramente desgarrado após 2018. Sem o nome do prefeito de Salvador nas urnas, os parlamentares tiveram que enfrentar não apenas a máquina estatal, mas a falta de um nome competitivo na disputa pelo governo. Agora, que a poeira baixou, o também presidente nacional do DEM consegue arrumar um tempo para ouvir as demandas dos deputados, com olhos voltados para 2020 e 2022. É um processo em que todas as partes envolvidas almejam ganhar algo.

O jantar da última segunda-feira (6) com deputados do DEM e do PSDB não deixou de ser um termômetro. ACM Neto não poderia chegar a um grupo maior sem ter, necessariamente, uma “tropa de choque”, mais próxima e menos disposta a criar cizânia numa oposição já mínima. O prefeito é um estrategista político e sabe que, no atual contexto, quando mais apoios ele angariar, maior chance de sucesso nos próximos pleitos, umbilicalmente alinhados, inclusive.

Caso consiga certo nível de uniformidade no discurso com a bancada da minoria na Assembleia, ACM Neto chega mais forte para conquistar candidatos a prefeito competitivos no próximo ano. Mesmo que seja presidente de uma legenda, são os deputados que constroem uma relação de maior proximidade com as lideranças no interior. Superada essa fase e obtendo êxito em um número expressivo de prefeituras, o grupo político chegará fortalecido na próxima eleição ao Palácio de Ondina: exatamente o que ACM Neto espera.

O encontro desta quinta (8) é muito mais do que um simples café ou um bate-papo entre aliados. É uma tentativa de alinhar interesses ainda dispersos para o que eles têm em comum: manter mandatos e ampliar o alcance do grupo político. Em um cenário de terra quase arrasada, o saldo final sempre será positivo.

Este texto integra o comentário desta quinta-feira (8) para a RBN Digital, veiculado às 7h e às 12h30, e para as rádios Excelsior, Irecê Líder FM, Clube FM e RB FM.

Nenhum comentário