Teste


Breaking News

Por 3 a 2, STF decide manter Lula preso até julgar suspeição de Sergio Moro



A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou, em julgamento nesta terça-feira (25), liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
O placar foi de 3 a 2. Votaram contra o habeas corpus os ministros Edson Fachin, Celso de Mello e Cármen Lúcia. A favor, Ricardo Lewandoswki e Gilmar Mendes.
No julgamento, o STF rejeitou a proposta de Gilmar Mendes de conceder liberdade ao petista até a Segunda Turma concluir a apreciação do recurso da defesa do ex-presidente que argumenta o ex-juiz Sergio Moro não agiu com parcialidade ao condená-lo no caso do triplex do Guarujá.
O atual ministro da Justiça do governo Bolsonaro condenou o petista a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Esse processo culminou na prisão de Lula após a condenação ter sido confirmada em segunda instância em janeiro do ano passado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).
Ainda não há previsão de quando a suspeição de Moro voltará à pauta do Supremo. 
Mais cedo, a Corte indeferiu outro habeas corpus a Lula. O pedido foi contra decisão do ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou liberdade ao petista.
*Atualizada às 19h27.

Nenhum comentário