Teste


Breaking News

Mãe de santo acusa intolerância religiosa de evangélicos




Mais um caso de intolerância religiosa é registrado na Bahia. Dessa vez, o fato apurado ocorreu em Vitória da Conquista, no sudoeste. Conforme relato de Rosilene dos Santos Santana, mãe de santo Rosa de Oxum, a situação aconteceu no último domingo (30). Ela voltava de uma padaria no bairro Boa Vista, na companhia de familiares, quando foi abordada por uma mulher que trazia uma Bíblia.

"Ao chegar na porta de minha casa, ela disse que ia orar por mim. Quando eu disse que não precisaria porque tinha minha religião, ela começou a me atacar. Atacava minha religião, me chamava de sapatão, me desrespeitando. Eu dizia a ela que aquilo era crime, mas ela continuava", relatou ao Bahia Notícias. Logo após a abordagem, a mãe de santo foi até a igreja, de onde a mulher fazia parte, para reclamar da abordagem ao pastor. No entanto, narra ela, o efeito foi contrário. "Ele veio para cima de mim já me atacando, xingando e chegou a botar as mãos em mim, me agredindo", declarou.

A mãe de santo disse que se surpreendeu com o pastor, por conta de ser vizinho dela. "Eu imaginei que ele iria me tratar de outra maneira porque já o conhecia de muitos anos", acrescenta a mãe de santo. No dia seguinte, a mãe de santo registrou a ocorrência no Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep).

Nenhum comentário