Teste


Breaking News

Moro era contra delação de Cunha, aponta revista


A reportagem de capa da revista Veja da semana, publicada nesta sexta-feira (05), mostra novas mensagens trocadas entre o juiz Sérgio Moro e os procuradores da Operação Lava Jato. Nelas, o agora ministro da Justiça e Segurança Pública, se dizia contra uma delação do ex-deputado federal Eduardo Cunha.
Moro diz: “Espero que não procedam”. Dallagnol responde: “Só rumores. Não procedem. Cá entre nós, a primeira reunião com o advogado para receber anexos (nem sabemos o que virá) acontecerá na próxima terça. Estaremos presentes e acompanharemos tudo. Sempre que quiser, vou te colocando a par”. Moro responde: “Agradeço se me manter informado. Sou contra, como sabe”.
Após a publicação da reportagem, a assessoria de Moro disse que “eventual colaboração de Eduardo Cunha, por envolver supostos pagamentos a autoridades de foro privilegiado, jamais tramitou na 13ª Vara de Curitiba ou esteve sob a responsabilidade do ministro, então juiz”.
Condenado a 15 anos e quatro meses, o ex-deputado federal está preso desde 2016 no Complexo Médico Penal de São José dos Pinhais, no Paraná, por causa de investigações da Lava Jato.

Nenhum comentário