Teste


Breaking News



‘Não dá para derrubar o governo dessa forma’, diz Mourão sobre depoimento de porteiro


O presidente em exercício, Hamilton Mourão, afirmou nesta quarta-feira (30) ao chegar no Palácio do Planalto, que o depoimento do porteiro do Condomínio Vivendas da Barra, no Rio de Janeiro, onde o presidente Jair Bolsonaro possui uma casa e que liga o principal suspeito do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), o ex-policial militar Ronnie Lessa, a Bolsonaro é “muito fraco”.
Mourão disse ainda não acreditar que esteja em curso uma tentativa de derrubar o atual governo. “Não, não dá para derrubar o governo dessa forma, mas que perturba o bom andamento do serviço, como se diz na linguagem militar”, ressaltou.
“A nossa visão é muito clara: um depoimento que eu considero muito fraco, de um porteiro que diz que um daqueles suspeitos da morte da Marielle foi lá no condomínio para falar com o outro, que mora lá, teria dado o número da casa do presidente, o porteiro teria ligado, disse que teria atendido o ‘senhor Jair’, mas o presidente estava aqui no Congresso”, completou.

Nenhum comentário