Após fazer testes de coronavírus, Bolsonaro cancela viagem que faria a Mossoró


O Palácio do Planalto informou que o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) não vai mais viajar para Mossoró, no Rio Grande do Norte. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (12). Após levantar suspeitas sobre o motivo, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, justificou que o cancelamento foi feito por conta da pandemia de coronavírus, declarada na última quarta-feira (11) pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
O presidente pretendia sair às 13h para iniciar sua viagem a caminho de uma certimônia no RN. No evento, ele anunciaria medidas do governo federal.


“Infelizmente, tivemos que adiar esse nosso encontro em função de razões de segurança sanitária. A decretação da Organização Mundial da Saúde de uma pandemia mundial nos obriga a ter uma maior segurança com a figura do presidente da República e com as pessoas que estão no seu entorno”, disse o ministro.
Com o cancelamento da viagem, Bolsonaro segue sem compromissos oficiais nesta quinta-feira. Ele permanece no Palácio da Alvorada e está monitorado, já que fez testes de coronavírus após o secretário Fabio Wajngarten apresentar sintomas de gripe.

Apesar da precaução, o presidente já declarou que o surto de coronavírus “muito mais uma fantasia” e que “não era tudo isso” que a mídia dizia. Na quarta-feira, ele declarou que outras gripes já haviam matado mais que o Covid-19.

Nenhum comentário