Teste


Breaking News



Bolsonaro revoga minirreforma trabalhista após não convencer Senado




O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) informou nesta segunda-feira (20) que revogou o texto que reduz encargos para patrões que contratarem jovens no primeiro emprego e pessoas acima de 55 anos que estavam fora do mercado formal após enfrentar resistência do Senado.

Com isso, uma nova Medida Provisória deve ser editada para o período da pandemia causada pelo novo coronavírus. "Diante da iminente caducidade da MP 905, optei por revogá-la, mediante entendimento com o presidente do Senado [Davi Alcolumbre (DEM-AP)]", escreveu Bolsonaro nas redes sociais. A medida provisória caducaria no final deste dia.

"Para criação de empregos, editaremos nova MP específica para tratar do contrato Verde e Amarelo durante o período de enfrentamento da Covid-19", prosseguiu. No último sábado (18), Bolsonaro havia afirmado que a MP seria votada pelo Senado na segunda. Questionado se havia feito um acordo com o presidente do Senado para viabilizar a votação da medida a tempo, o presidente respondeu que não tinha nada contra o Senado.

Nenhum comentário