Teste


Breaking News



Caiado cogita contratação de Mandetta, caso Bolsonaro o dispense da Saúde


O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), considera a possibilidade de contratar o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, caso ele seja dispensado pelo presidente Jair Bolsonaro. À Folha, o também democrata disse que é “inadmissível” que uma pessoa como Mandeta “vá pra casa”.
“É inaceitável, inadmissível, que uma pessoa com a competência e know how do Mandetta vá pra casa. Certeza de que se a demissão dele ocorrer, ele será nomeado por mim secretário de Saúde”, disse Caiado.
O governador de Goiás é um dos responsáveis pela indicação de Mandetta para o cargo no governo Bolsonaro, do qual rompeu na semana passada quando o presidente começou a atacar as medidas de distanciamento social. A restrição da circulação de pessoas é a alternativa recomendada por autoridades sanitárias para impedir a propagação desenfreada do novo coronavírus.
Questionado se a contratação seria um gesto de provocação a Bolsonaro, Caiado negou.
“Ele não tem direito de nomear e demitir quem ele quiser? Eu também tenho. É uma decisão de foro pessoal e eu acho o Mandetta uma das melhores cabeças da gestão da área de saúde”, defendeu.

Nenhum comentário