Advogados bolsonaristas pedem afastamento de presidente da OAB


Um grupo de advogados bolsonaristas pediu o afastamento do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz. A Justiça, no entanto, negou a liminar.
O movimento “Advogados Pró-Bolsonaro” alegou insistência em ações político-partidárias para “atacar” Jair Bolsonaro; atuação de forma individualizada; e “viés ideológico esquerdista e comunista”. O presidente da OAB seria um “inimigo da Pátria”.
De acordo com informações da coluna Radar, de Veja, o juiz Bruno Anderson Santos da Silva, da 3ª Vara Federal do Distrito Federal, negou o pedido. O magistrado entendeu que a OAB é um agente ativo da política brasileira, que participou diretamente dos impeachments de Fernando Collor e de Dilma Rousseff
O juiz disse ainda que o grupo que assinou a ação não tem representatividade. Isso porque 102 advogados fizeram o pedido, quando, na verdade, o país tem mais de 1 milhão de advogados. O movimento representaria cerca de 0,01% da categoria.

Nenhum comentário