Dilma Rousseff chama Michel Temer de ‘artífice do golpe’ e de ‘cara de pau’


A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) publicou uma nota em seu site oficial, nesta terça-feira (7), com o título “A desfaçatez de Temer”. A petista comentou a declaração do seu antigo aliado, Michel Temer, que defendeu a permanência de Jair Bolsonaro (sem partido) na presidência da República.
Na nota, Dilma chama Temer de “artífice do golpe de 2016” e “cara de pau”. O ex-presidente defende a permanência de Bolsonaro no cargo por entender que “o impeachment não pode virar moda”.
“É o mesmo personagem de seguidos sincericídios nos quais reconheceu que houve golpe em 2016 e, com a mesma desfaçatez de agora, diz que ‘não queria e não participou”, disse Dilma Rousseff.
A petista volta a classificar o seu impeachment como “fraudulento” ao justificar que não houve crime de responsabilidade e diz que com Bolsonaro é diferente.
“A diferença é que, agora, os pedidos de impeachment contra Bolsonaro não têm a marca e o caráter golpistas, já que se lastreiam em crimes de responsabilidade reais”, afirma.

Nenhum comentário