Sapeaçu: Prefeitura decreta lockdown pelo período de sete dias


Sapeaçu: Prefeitura decreta lockdown pelo período de sete dias
Foto: Reprodução

A prefeitura de Sapeaçu, no Recôncavo, publicou um decreto, nesta quarta-feira (22), determinando lockdown imediato, pelo período de sete dias. O texto normativo suspende o funcionamento de inúmeros serviços, incluindo alguns considerados essenciais.

Supermercados, feiras livres, revendedores de água mineral, serviços particulares de saúde, instituições bancárias, casas lotéricas e padarias não poderão abrir durante a vigência do decreto, mesmo que a prefeitura os reconheça como essenciais.

Durante os sete dias de lockdown, apenas unidades de saúde da rede pública, serviços de desinfecção, Coelba, , delivery de gás, serviços funerários, provedores de internet, postos de combustíveis, coleta de lixo, limpeza pública, carros-pipa e farmácias poderão funcionar.

A circulação nas ruas do município estão proibidas, exceto que fique comprovada a ida para um dos serviços liberados, acima enumerados. Barreiras sanitárias serão instaladas para verificar o cumprimendo das normas, aferição de temperatura e outras medidas de combate à proliferação do novo coronavírus.

Pessoas que não residem em Sapeaçu não poderão acessar o município durante o período de lockdown, exceto em casos que consigam comprovar que estão de passagem para outra cidade ou que estão prestando algum serviço de abastecimento.

Sapeaçu possui 132 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, sendo que 72 já estão recuperados e 60 são considerados casos ativos da Covid-19, todos em isolamento domiciliar. Há ainda 22 casos suspeitos da doença, aguardando resultado de exame.

Nenhum comentário