André Brandão será novo presidente do Banco do Brasil

André Brandão será novo presidente do Banco do Brasil

O executivo que preside o HSBC desde 2012 é considerado o perfil ideal pelo governo

Por Luisa Purchio - Atualizado em 1 ago 2020, 12h37 - Publicado em 1 ago 2020, 12h03

O executivo André Brandão, que assumiu a presidência do HSBC em 2012, será o novo presidente do Banco do Brasil, em substituição a Rubem Novaes, que deixou o cargo no dia 24 de julho sob a afirmação de que a “companhia precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”. A escolha da substituição foi comunicada informalmente pelo Palácio do Planalto ao banco e a informação foi confirmada à VEJA por fontes do Ministério da Economia. A opção teria sido feita devido ao perfil técnico e discreto de Brandão, próximo ao de Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central.

Alguns detalhes da contratação ainda precisam ser acertados para que o anúncio seja feito oficialmente pela instituição, o que deve levar em torno de uma semana. O nome precisa ser ratificado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, tendo passado pelo Citibank, Brandão passou a integrar a equipe do HSBC em 1999, no departamento de renda fixa, vendas e câmbio. Logo assumiu como diretor de Tesouraria, em 2001, e se tornou diretor-executivo. Antes de ocupar a cadeira como presidente do HSBC, em 2012, foi diretor de mercado da América Latina.

Nenhum comentário