Postagens mais visitadas


Prefeito acusa policial militar de agressão na Bahia; PM rebate

 O prefeito de Ipecaetá, Júnior Piaggio (PSD) revelou ter sofrido uma agressão verbal de um soldado da Polícia Militar, na sexta-feira (31), durante a realização da 9ª edição da tradicional Corrida de São Vicente.

A União dos Municípios da Bahia (UPB) compartilhou um comunicado repudiando veementemente a agressão sofrida pelo prefeito. De acordo com a UPB, a agressão ocorreu após Júnior solicitar o apoio da guarnição da cidade para a realização do evento.

“A Diretoria da UPB considera inaceitável que a autoridade maior do município seja desrespeitada por quem deveria zelar e manter a ordem. Diante dos fatos verificados e da postura do soldado, visivelmente alterado, conforme é possível verificar em vídeo realizado por populares, a UPB irá oficializar uma queixa junto ao Comando Geral da Polícia Militar, a Secretaria de Segurança Pública e ao Governador Rui Costa, exigindo um pedido formal de desculpas ao prefeito Júnior Piaggio, bem como o afastamento do soldado”, escreveu a UPB no comunicado.

Procurada pelo bahia.ba, a Polícia Militar do Estado da Bahia informou que militares da 57ª CIPM/Santo Estevão foram acionados pela Prefeitura de Ipecaetá para realizarem o policiamento da Corrida de São Vicente.

“Após cumprirem a ordem de policiamento do evento, os policiais militares se deslocaram para a frente do Destacamento de Policiamento Militar (DPM), onde foram surpreendidos por um indivíduo aos gritos e acompanhado por outras pessoas. O indivíduo em questão incitou a população contra os policiais militares, dizendo mandar na cidade e que a viatura estacionada na frente do DPM deveria sair do local”, disse a PM.

Ainda segundo a Polícia Militar, o prefeito de Ipecaetá “se negou a manter um diálogo”. Uma sindicância foi instaurada para apurar os fatos.


Nenhum comentário