Teste

Breaking News

Claudia Leitte não sabe o limite entre a sensualidade e o ridículo




A quinta temporada do The Voice Brasil terminou nesta quinta e Claudia Leitte, assim como os demais jurados, se apresentou no palco. Ela cantou "D'yer Mak'er", um reggae do Led Zeppelin, canção que permite uma interpretação, digamos, muito sexy. E, claro, Claudia mandou ver nesse quesito. Com barriga e pernas de fora numa roupa arrasa-quarteirão, a cantora soltou todo o seu arsenal de caras e bocas. Sensualizou geral e levou o público "ao delírio", termo batido que a imprensa musical ainda usa até hoje.
Todo mundo gostou, Claudia virou assunto nas redes sociais e tudo mais. Mas não dá para deixar passar batido o exagero na sensualidade. Ela pode usar seus atributos o quanto quiser, como já faz há anos, mas tem de saber o limite, senão acaba ficando caricato demais.
A cantora já fez isso outras vezes no mesmo The Voice e, pelo jeito, ainda não aprendeu que um pouco menos é mais e que seu apresentação poderia ficar bem melhor sem tanto, digamos, tesão no palco. A cantora americana Sheryl Crow fez uma versão dessa mesma canção no Led Zeppelin nos anos 90. Tem o vídeo no Youtube. Dê uma olhada lá para ver como é que se faz.

r7

Nenhum comentário