Teste

Breaking News

Nova CNH conterá um chip com dados do condutor



O Conselho Nacional de Trânsito (Contran), do Ministério das Cidades, anunciou o lançamento do novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Em um formato de cartão inteligente, também conhecido como smart card, a CNH leva gravação a laser e um chip onde os dados armazenados são gravados de forma criptografada.

Se antes a CNH era emitida em papel, agora passa a ser em suporte plástico similar ao material dos cartões de crédito. Além da resistência e alta durabilidade, o novo modelo da carteira de habilitação considera a possibilidade de inserção de dados e informações referentes aos condutores e facilita o acesso a certificados digitais.
Isso amplia as possibilidades de utilização do documento, consulta e verificação de dados, e permite o convênio com outras entidades públicas ou privadas. Por exemplo, com o novo modelo será possível uma fiscalização mais rápida e off line (sem o uso de dados) utilizando telefones celulares, pagamento de pedágio, pagamento de transporte público, controle de acesso a diversos estabelecimentos e identificação biométrica, para uso em bancos, por exemplo, já que as digitais do condutor estarão armazenadas no chip.



Segundo o Contran, o objetivo dessa mudança é oferecer soluções mais seguras e modernas à população brasileira. “Buscamos a modernização, inovação como muitos países já adotaram para aumentar a segurança, reduzir a probabilidade de ocorrência de fraudes e aumentar a durabilidade”, explicou o ministro das Cidades, Alexandre Baldy.
A medida além de proporcionar maior segurança, ainda possibilitará a integração com outros países. Os órgãos e entidades executivos de todos os estados e do Distrito Federal terão até 1º de janeiro de 2019 para adequar seus procedimentos para adoção do novo modelo.
CNH Eletrônica
Enquanto isso, a CNH eletrônica já foi liberada para os sistemas Android e iOS e condutores de Goiás e do Distrito Federal estão utilizando o novo serviço. O aplicativo passará a valer em território nacional a partir de fevereiro de 2018, conforme divulgado pelo Contran no mês de julho.
A CNH Eletrônica é a versão do documento impresso com o mesmo valor jurídico, mas com vantagens adicionais, oferecendo aos cidadãos mais praticidade, por meio do aplicativo utilizado em smartphones. Para saber como solicitar a carteira de habilitação eletrônica, 
O documento eletrônico poderá ser comprovado pela assinatura com certificado digital do emissor ou com a leitura do QRCode. Com o dispositivo, os agentes de trânsito poderão consultar os dados dos documentos também por meio de um aplicativo ainda em fase de testes.

Nenhum comentário