Teste


Breaking News

Programa da Prefeitura inova no cuidado de cães e gatos e supera expectativas



Visando o bem estar dos animais e da população luiseduardense, o programa Amigo Pet renova importante setor da saúde pública do município, ao oferecer gratuitamente os serviços de vacinação, consultas e o controle de doenças e de reprodução animal do forma itinerante pelo município.

Lançado no dia 11 de agosto, a unidade móvel do programa percorreu as zonas urbana e rural do município, realizando um total de 10 ações em praças públicas, feiras e postos de saúde que resultaram no atendimento de aproximadamente 1000 animais entre cães e gatos. Destes, 861 receberam a vacina antirrábica, 525 foram cadastrados para o controle de reprodução animal e 151 realizaram o exame para o diagnóstico de leishmaniose. Entre estes últimos, 7 foram diagnosticados positivamente e já foram encaminhados para a próxima etapa do atendimento que foi o envio de coleta de sangue destes animais para o Lacen de Salvador, onde é realizada a contraprova para então, uma vez confirmada a doença, seguir com o tratamento, também oferecido pelo município. Referente à castração, a diretora de Vigilância em Saúde, Arisleide Bispo de Souza, que coordena o programa, informou que a seleção dos animais já está sendo feita por esta diretoria, seguindo a ordem de cadastramento.

O prefeito municipal, Oziel Oliveira, falou sobre o sucesso do programa em pouco mais de 2 meses de atuação: “O sentimento é de dever cumprido, satisfação em ver nossa Luís Eduardo Magalhães largando na frente mais uma vez com um projeto pioneiro que transforma a saúde pública do município”.

Amigo Pet – Totalmente custeado com recursos próprios do município, o programa atua tanto no preventivo quanto no paliativo, realizando ações educativas – que visam reduzir os casos de abandono, incentivar a adoção e conscientizar acerca dos cuidados adequados necessários em todas as etapas da vida dos cães e gatos –, oferecendo a vacinação antirrábica e as consultas e ainda a castração, que além do controle reprodutivo também contribui para a segurança dos animais, “reduzindo os riscos de tumores de mama, infecções uterinas e a transmissão de doenças”, conforme frisa a diretora Arisleide Bispo.

O programa atua ainda no tratamento da leishmaniose e possibilita o atendimento domiciliar, quando solicitado junto à Vigilância Sanitária. Para o cadastro no programa de controle reprodutivo, o animal precisa ter entre seis meses e cinco anos de vida, apresentar boas condições de saúde e as fêmeas não podem estar em período gestacional. Além disso, o proprietário deve se apresentar com o documento de identidade e a caderneta de vacinação do animal.

“Nesta nova história que estamos escrevendo para a nossa cidade, Luís Eduardo Magalhães se transforma em uma cidade inovadora, que está sempre um passo à frente, estruturando o serviço público em todas as áreas possibilitando uma cidade para todos. Tá ficando bom e vai ficar melhor!”, garantiu o prefeito Oziel.

ASCOM | Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães




Nenhum comentário