Teste


Breaking News

Mulher diz que viu Boechat pedir ajuda antes de morrer: “Ele chamava com a mão”


Uma mulher afirma ter visto o momento do acidente que matou o jornalista Ricardo Boechat, nesta segunda-feira (11), em São Paulo. Segundo a testemunha, em entrevista ao Brasil Urgente, da TV Band, emissora em que o jornalista trabalhava, ele teria chegado a pedir ajuda com a mão ao perceber a chegada dela. De acordo com Leilane Rafael da Silva, ela estava passando de motocicleta com o marido no momento que percebeu que o helicóptero estava voando baixo.
“Eu vi um helicóptero amarelinho, vindo de frente comigo. Falei pro meu esposo: ‘Nossa, esse helicóptero vem muito baixo, parece que ele vai cair’. Nesse momento que eu falei, eu vi uma pessoa pulando na pista. Falei ‘vai cair sim, vai pegar fogo’. Aí vinha uma carreta saindo da autobahn. Quando veio a carreta, ele bateu de frente, passou toda lateral do helicóptero, tanto que a porta entrou dentro do vidro do motorista, e bateu no murinho. Quando bateu no murinho, caiu em cima da pessoa que pulou do helicóptero. Ai eu sai correndo”, afirmou.
Conforme a testemunha, quando o marido dela achou que a pessoa que se jogou iria cair em cima deles, ele acelerou a moto, logo em seguida o helicóptero caiu. Leilane ainda afirma que conseguiu tirar o motorista do caminhão e, ao tentar ajudar Boechat, aconteceu outra explosão.
“Tinha um pedaço do helicóptero na beirinha que desce, pra onde tava minha moto, e outro na pista. O que tava na pista estava com braço pra cima. Cheguei perto e ele chamava com a mão. (…) Sabe quando a pessoa não consegue falar e tá pedindo socorro, chamando alguém? Ele viu que tinha alguém lá, ele tava dando com a mão. Aí eu saí correndo para pegar na mão dele”, contou.
“Ele dando (sinais) com a mão, eu sai correndo, ai veio o moço acho que da autobahn e falou ‘Não pega na mão dele não, porque se você pegar e ele fizer força, ele vai te jogar no fogo e você vai queimar junto com ele’. Eu falei, ‘Moço, ele tá vivo, tá pedindo socorro, tá mexendo a mão, vamos tirar ele de lá. Aí eu passei pro lado e explodiu de novo. E ele ficou lá queimado”, alega.
Além de Boechat, o acidente matou o piloto Ronaldo Quattrotucci. O motorista do caminhão sofreu ferimentos leves.

Nenhum comentário