Teste


Breaking News

Por que o Governador Rui Costa não cumpriu promessa com comunidades quilombolas



O dilema continua. Mas para entender a dor revolta de um povo, é preciso viver, ou, pelo menos, conhecer seus problemas para compreender a indignação de centenas de famílias quilombolas da região de Bom Jesus da Lapa, residentes à margem da BA-160.

Até aqui foram mais de 15 anos de luta e de várias manifestações dessas comunidades que pleiteiam a recuperação da BA-160, que é a principal via para Bom Jesus da Lapa e para os serviços de saúde, educação e escoamento da produção local.

Em 2018 o governador Rui Costa, quando de passagem por Bom Jesus da Lapa, após protestos, recebeu lideranças e assegurou a recuperação da estrada(relembre aqui). Bastou isso para que os moradores comemorassem, sentindo-se, escutados e valorizados como povo tradicional e merecedor de atenção por parte do Estado.

Foi criada uma comissão para acompanhar o desenrolar da obra. Mas daí em diante foram diversas frustrações. A recuperação asfáltica não foi assegurada. Após vários embates e novas cobranças o governo propôs recuperar com cascalho um trecho de 65,5 km até Bom Jesus da Lapa. Mesmo assim a expectativa era positiva, pois os atoleiros e a buraqueira que colocam em risco a vida das pessoas que transitam pela via poderia diminuir.

A pergunta de uma das lideranças é: “Por que o Governador Rui Costa não cumpriu a promessa com comunidades quilombolas de Bom Jesus da Lapa?

Eles mesmo respondem, de forma indignada.

“Porque nem o asfalto, nem a recuperação prometida com o cascalho está sendo feita.”Placa do serviço indicando 16, 40 km de cascalhamento, indicando a penas em pontos distintos, quando deveria ser de 65, 5 km, conforme a licitação da obra.

Mas como explicar o trabalho da empresa Atlântico Engenharia Ltda E-PP, ganhadora da licitação, feita pelo governo da Bahia para recuperar a via? Obra que já teve inicio nos primeiros dias de abril.

“A obra está virando um pesadelo. A licitação que deveria ser de 65,5 km, passou a ser apenas 16 km, a placa tá ai pra todo mundo ver. Para piorar, o trabalho realizado pela empresa contratada está sendo de péssima qualidade. E a obra que era para ser realizada durante 5 meses, porque era uma obra grande, a previsão agora é para concluir essa semana”, dizem os moradores.

Diante da situação, a comissão da BA – 160, composta por representantes da Câmara de Vereadores, Igreja Católica, Associações, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Secretários Municipais e outras representações do município de Bom Jesus da Lapa, se reuniu na manhã desta quarta-feira(24), na Sede do Consorcio Velho Chico, para discutir ações, com o planejamento de ações permanentes em defesa da estrada, para cobrar maior compromisso do governador Rui Costa com a causa.

A reunião foi realizada em função das reclamações da população das comunidades, que alegam que o serviço não está sendo realizado com qualidade, conforme colocado na licitação, e mesmo depois de mais de duas semanas de obras, a empesa ainda não conseguiu ser clara, sobre os pontos que serão recuperados, além da má qualidade do serviço apresentado.

Como encaminhamentos, ficou acertado que as representações irão reunir-se com os representantes da empresa responsável pela recuperação da estrada, para melhor esclarecer sobre a situação, e visitar o trecho em que as máquinas estão trabalhando. E no segundo momento, será feita uma reunião em todas as comunidades ao longo da via, para buscar construir uma agenda de mobilização permanente em defesa da BA – 160.

Siga nossa página no Facebook e mantenha-se atualizado diariamente, clique e participe. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Site Notícias da Lapa no (77) 99834-7559.


Nenhum comentário