Teste

Breaking News

Mulher que acusava Padre Marcelo Rossi de plágio em livro é presa após golpe ser descoberto


Izaura Garcia de Carvalho Mendes, 65 anos, foi à justiça em 2010 pedir indenização ao Padre Marcelo Rossi, acusando-o de ter cometido plágio no livro “Ágape”, que chegou a ser retirado de circulação por conta do processo. Izaura afirmava que um dos poemas do livro era de sua autoria e o padre afirmou que o texto era seu.
Em uma reviravolta, Izaura foi presa pela Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPim ) por suspeita de falsificar os documentos utilizados em sua defesa. Duas advogadas que a representam também foram presas em flagrante.
Durante um acordo, Izaura chegou a receber R$ 25 mil. Posteriormente ela voltou a mover processo contra a editora pedindo R$ 51,6 milhões. Ela apresentou documentos mostrando que o texto “Perguntas e respostas – Felicidade! Qual é?” era dela.
Entretanto, a DRCPim constatou que os documentos eram falsos e o número do registro da certidão pertencia a outra obra de 1995. A autora da ação e as duas advogadas presas em flagrante vão responder em liberdade por formação de quadrilha, denunciação caluniosa, estelionato e uso de documento falso.
Até o momento, o Padre Marcelo Rossi não comentou o caso.

Nenhum comentário