Teste

Breaking News

PMs fardados são flagrados fazendo segurança em festa de paredão


Até mesmo quem não curte festa de paredão em Salvador já deve ter ouvido falar da Chácara Herman, no bairro de Sete de Abril. O local ficou famoso por realizar encontros de carros de som e shows de pagode e funk, que tiram o sono dos moradores da região.
Mas, o que tem chamado a atenção de vizinhos da chácara e frequentadores é a forte segurança, segundo leitores do BNews, feita por ninguém menos do que policiais militares. Em um vídeo recebido pela reportagem, registrado no último final de semana, é possível ver PMs armados e fardados nas dependências do espaço fazendo uma espécie de policiamento privado.
De acordo com as testemunhas, que enviaram as imagens ao BNews, tratam-se de miltiares da 50ª Companhia Independente de Polícia Militar (50ª CIPM / Sete de Abril), responsável pelo patrulhamento no bairro e região. Ainda de acordo com os denunciantes, a situação se repete todos finais de semana, entre quinta-feira e domingo. Segundo as fontes do BNews, os policiais cobram em torno de R$ 700 para permitir que as festas sejam realizadas.
Procurada pela reportagem, a Polícia Militar da Bahia (PM-BA) afirmou que "após análise do vídeo, o comando da 50ª CIPM informou que vai instaurar um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias do fato".
Festa de paredão em Itapuã
Recentemente, outro caso envolvendo festa de paredão e policiais militares foi noticiado pelo BNews. A denúncia foi feita por moradores da Alameda Afrânio Coutinho, no bairro de Itapuã, em Salvador, que afirmaram ter participação de PMs nos eventos realizados no local.
Um vídeo chega a mostrar uma viatura da Polícia Militar da Bahia (PM-BA) em frente à casa. No caso, a PM esclareceu que há solicitações recorrentes de moradores em razão de perturbação do sossego, contudo os eventos são realizados no interior dos imóveis e, como a motivação dos chamados à PMBA são sanados com a intervenção realizada, não há necessidade de adentrar nas propriedades particulares.

Nenhum comentário