Teste


Breaking News

Presidente vai acionar Rui na Justiça por ausência na transferência da sede do governo


presidente da Câmara de Vereadores de Cachoeira, no Recôncavo Baiano, Josmar Barbosa (PRB), afirmou ao BNews que vai à Justiça contra o governador Rui Costa (PT) por causa das sucessivas ausências do petista na solenidade de transferência da sede do governo para o município, que acontece todo ano no dia 25 de junho. 
"Eu como presidente da Câmara vou interpelar judicialmente o governador do Estado porque a transferência do Governo para o município de Cachoeira não é mera vontade do governador, nem do prefeito e nem do povo de Cachoeira, isso é feito por força de uma lei", afirmou ao BNews.
Josmar lembrou que o ex-governador Jaques Wagner (PT) fazia questão de prestigiar o evento: "chegava cedo aqui, trazia secretário, despachava, conversava com liderança, atendia prefeitos da região e trazia demandas para o município. Ele fez isso durante todos os anos de seu mandato. Infelizmente, Rui Costa  não só desrespeita o povo, como descumpre a lei 10.695/2007. No dia 26 de junho eu vou acionar o jurídico da Câmara de Vereadores  porque eu vou interpelar o governador. Se tem lei é para se cumprida. Se não for cumprir, revoga essa lei. O que não pode é ele desrespeitar uma lei", esbravejou.
O presidente da Câmara disse que a população fica indignada com a "falta de educação" de Rui Costa: "temos a vontade de que ele esteja aqui conosco, mas não é só nossa vontade. Nós ficamos indignados e aborrecidos com esse assunto, a falta de atenção do governador, e vamos buscar a Justiça para ver o que ela fala. Se não tiver como cumprir a lei, então revoga. Vamos buscar judicialmente, vamos forçar o governador a cumpri essa lei. Vamos cobrar a falta de cumprimento da lei 10.695/2007”.
A lei a que o presidente da Câmara se refere é de 2007. Depois de instituída a lei na gestão do então governador Jaques Wagner, a solenidade passou a ser organizada pela Câmara de Vereadores de Cachoeira e ocorre todo dia 25 de junho.
Rui nunca compareceu. Este ano, caberá à secretária de Cultura da Bahia, Arany Santana, a incumbência de representar o governador nos atos de transferência da sede do governo para Cachoeira.
A cidade tem 13 vereadores, sendo sete da oposição - incluindo o presidente da Câmara, e seis da situação. Nos bastidores, boa parte acredita ser uma falta de elegância e cordialidade do governador o fato dele nunca ter prestigiado o evento tão importante para a cidade.
 

Nenhum comentário