Teste


Breaking News

61 anos do Município de Ipupiara







Breve história do Município:

A consolidação do Municípiode Ipupiara se deve, principalmente, à descoberta de jazidas de ouro e carvão, por volta de 1792, pelo português Romão Gramacho, quem fez as primeiras penetrações no solo da região,denominando de “Caiam-Leda”.

Foi a partir dessa descoberta que as pessoas começaram a se aglomerar na região, visando oportunidades de trabalho, e com isso formou-se um povoado na Fazenda de propriedade do senhor Antonio Alves de Oliveira, que posteriormente a doou para a capela ali existente.

O Município de Ipupiara já pertenceu ao município de Brotas de Macaúbas, Barra do Mendes, possuindo várias denominações, quais sejam: Campos Belos, Fundão, Fortaleza de São João , Jordão, Vanique, sendo que foi a partir de 1936 que passou a ser chamado de Ipupiara, nome que deriva da língua indígena Tupi, com significado de “deusa das águas”.

Originalmente Ipupiara era um dos distritos de Brotas de Macaúbas, contudo, foi através do pedido do intendente (prefeito) de Brotas, Militão, ao governador Antônio Muniz para aseparação do Município e formação de outro com sede em Barra do Mendes (antigo distrito de Brotas também), tendo Ipupiara e Morpará como distritos, sendo isso determinado através da lei estadual nº 1.203 de 21 de julho de 1917.

Assim, o progresso econômico de Barra dos Mendes chamou a atenção de Horácio de Matos e João Arcanjo Ribeiro, que organizaram uma violenta campanha contra a Vila de Barra dos Mendes.Tal campanha durou cerca de cinco meses e deixou um enorme rastro de destruição com cerca de 400 (quatrocentos) mortos, de ambos os lados. Diante de tal situação, tendo em vista que a população estava cercada e morrendo de fome, Militão fez um acordo com as forças invasoras em Julho de 1919, sendo que uma das exigências do Coronel Horácio de Matos foi que Militão se afastasse da política local e que a SEDE do Município de Barra do Mendes fosse transferida para o Jordão (atual Ipupiara). Por fim, Horácio de Matos e João Arcanjo reanexaram informalmente o território de Barra do Mendes ao de Brotas de Macaúbas.

Nesse contexto, Ipupiara apenas se desmembrou do Município de Brotas de Macaúbas e obteve sua emancipação político-administrativa em 1958,através da lei 1.015 do dia 9 de agosto de 1958, no governo de Dr. Antonio Balbino de Carvalho Filho.Nesta luta, pela consolidação do nosso querido município, vale destacar algumas pessoas que se esforçaram pela sua emancipação, quais sejam: a liderança do Coronel Arthur Ribeiro dos Santos, cooperado pela equipe composta por Arlindo Alves de Almeida, Adão Francisco Martins, Aristides Pereira de Novais, Aristides Silva, Durval Sodré, José Antônio dos Santos, José Avelino, José de Almeida Sobrinho, Miguel Barreto, Osvaldo Leite da Silva e outros.

Gestão que trabalha:

Ademais, as lutas e esforços para a evolução do Município de Ipupiara não pararam por aí, haja vista quediversas gestões políticas trabalharam de forma séria, com destaque à atual gestão, da qual é Prefeito o Sr. Ascir Leite e vice o Sr. Vande Preto, que desde o ano 2000encontram-se à frente das responsabilidades municipais, trabalhando com seriedade e buscando o bem estar da população.

Dentre os trabalhos realizados estão as diversas reformas nos prédios escolares do Município, tanto na zona urbana como na zona rural. As construções de novas praças e reformas nas antigas, o que proporciona mais opções de lazer à população. As reformas nas várias estradas que dão acesso à zona rural e à zona urbana, o que confere mais segurança e comodidade para aqueles que necessitam trafegar em tais vias. Além disso, houve a distribuição de energia em diversos locais das zonas rurais.

E não para por aí, o Município de Ipupiara entende a importância do esporte e da arte, por isso vem sempre apoiando o esporte local e os artistas da região. Além de considerar primordial o trabalho social em especial a assistência da saúde às pessoas menos favorecidas. Ipupiara também não desampara seus alunos da zona rural, que contam com um transporte escolar para que tenham acesso à escola.

Não tem como não perceber o trabalho sério e comprometido da atual gestão de Ipupiara, um exemplo disso é que o Município não se esquece de seus grandes colaboradores, os servidores públicos, e considera como essencial que os seus salários estejam sempre sendo pagos em dia.

Por fim, segundo o IBGE, Ipupiara possui atualmente, cerca de 9.285 (nove mil, duzentos e oitenta e cinco) habitantes, os quais, como podemos ver, só têm motivos de orgulho do Município em que vivem.

Sendo assim, só existem razões para comemorarmos os 61 (sessenta e um) anos de Ipupiara, um Município acolhedor, que se desenvolve proporcionando aos seus habitantes qualidade de vida e bem estar. Por esse motivo, nos dias 09 e 10 de agosto deste ano, as festas de comemoração do aniversário da cidade foram lindas e animadas, contando com a participação da banda forro top de moda e com a atração principal Eline Martins, além dos shows dos calouros.

À esse novo ciclo da nossa tão amada Ipupiara, só temos a desejar que continue nesse ritmo de trabalho e que tenha muitas conquistas, além da permanente promoção de bem estar à população.

























Nenhum comentário