Teste


Breaking News

Prefeitura de Barreiras e Inema unem forças no combate aos incêndios



 Uma cena já conhecida da população de Barreiras, no Oeste da Bahia, entre os meses de agosto a outubro, período de baixos índices pluviométricos, é a da elevada incidência de focos de incêndio na Serra do Mimo e em outras serras, que contornam a cidade. As baixas temperaturas, associadas a baixa umidade do ar, contribuem para que o problema se intensifique e exija atenção redobrada no combate aos incêndios. E foi esta preocupação que moveu a Secretaria Municipal de Meio Ambiente a solicitar reforço junto a coordenação regional do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).
“Nossas equipes avaliam diariamente a evolução dos focos, como vimos que houve uma intensificação nos últimos dias e considerando que os brigadistas do Prevfogo foram convocados para auxiliar nas ações na Amazônia, buscamos, junto ao Inema, o reforço do Estado para evitar um desastre maior”, descreve o secretário de Meio Ambiente de Barreiras, Demósthenes Júnior.
Por sua vez, a coordenadoria do Inema no Oeste, sob o comando de Saul Reis, fez a interlocução junto à Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) solicitando equipes técnicas e aeronaves para auxiliar nos trabalhos de contenção dos focos que se agravaram no último final de semana. Duas aeronaves do Programa Bahia sem Fogo foram designadas para Barreiras e fizeram o sobrevoo nas áreas mais atingidas, com ênfase à Serra do Mimo. No local, apenas um foco menor foi identificado e contido.
“A principal técnica de combate realizada foi o isolamento das áreas de fogo por meio de aceiros progressivos. Adotamos também a técnica de resfriamento com a utilização da moto bomba d’água Mini Striker, para frear o avanço do fogo sobre áreas próximas à rede de alta tensão, fazendas e estabelecimentos comerciais. Entretanto, as movimentações do ar, fortes e constantes, dificultaram a ação de combate, reativando pontos quentes, e também transportando materiais incandescentes para áreas não afetadas,” explicou o capitão 17º Grupamento de Bombeiros Militares (GBM), Murilo Rocha, que acompanhou a ação.
As duas aeronaves estão na Associação Barreirense Aerodesportiva (ABA), de sobreaviso. A Prefeitura de Barreiras está oferecendo todo o suporte necessário à ação, com abastecimento dos reservatórios de água das aeronaves, para isso, um caro pipa está de plantão, também na ABA.
Dircom/PMB – 25.09.2019

Nenhum comentário