Teste


Breaking News



Bolsonaro aponta ao STF e, de novo, pede o relaxamento de normas de isolamento




Em uma live transmitida na tarde deste sábado (18) direto da rampa do Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro disse que mudou um pouco a política de enfrentamento ao novo coronavírus e criticou prefeitos e governadores.

"Mudamos a política [de enfrentamento ao coronavírus] um pouco agora, a partir de ontem. Se bem que a decisão foi do Supremo. O Supremo que decidiu que os estados e municípios podem decretar as medidas que acharem necessárias para conter o avanço do vírus. Têm prefeitos aí que cometeram barbaridades", declarou, apontando para o outro lado da Praça dos Três Poderes, onde fica o STF.

"O Supremo falou que eu não tenho autoridade para isso, mas no que depender de nós vamos começar a flexibilizar e mostrar que não é este o caminho. A hora que chegar a conta não queiram colocar, não para mim, para o povo brasileiro", concluiu.

Com recados a Bolsonaro, a Corte decidiu na quarta-feira (15) que estados e municípios têm autonomia para determinar o isolamento social em meio à pandemia do coronavírus.

O presidente foi ao Planalto na tarde deste sábado aguardar uma carreata promovida por setores da Igreja Católica, organizada pelo padre Pedro Stepien.

Em um dos vídeos da manifestação que não tratou sobre o isolamento, uma apoiadora fala que a "Esmeralda" avisou que Bolsonaro já estava aguardando-os no Planalto.

"Presidente está esperando a gente", disse ela a um dos administradores do perfil Cafezinho com Pimenta, que apoia o presidente e fazia a transmissão online.

Entre os manifestantes presentes em frente ao Palácio do Planalto, estava Sara Winter, uma das principais influenciadoras bolsonaristas.

Nenhum comentário