Caminhos do Agro: Tecnologia aumenta produtividade da cana comuso racional de recursos naturais, diz diretor da UPL

Caminhos do Agro: Tecnologia aumenta produtividade da cana comuso racional de recursos naturais, diz diretor da UPL

Postado por: Thiago Rodriguez                                         09 de Setembro de 2020

                                

                                                Marcelo Zanchi, diretor de marketing da UPL Brasil

O aumento produtivo da cana sem o aumento da área cultivada é um dos mais importantes objetivos da agricultura

 e só poderá ser alcançado com o desenvolvimento e o uso de ferramentas tecnológicas que auxiliem os produtores.

 Essa é a análise de Marcelo Zanchi, diretor de marketing da UPL Brasil, uma das quatro maiores empresas de 

soluções agrícola do país – que protagonizou mais uma transmissão do projeto Caminhos do Agro SP, em 2 de 

setembro.

 

"Produzimos tecnologias há mais de dez anos, buscando junto com os agricultores trazer soluções específicas

 para as culturas e para as regiões. Com isso, temos a otimização dos recursos naturais – água, solo, luz e energia

 – e um melhor aproveitamento dos insumos", destacou Zanchi, complementando que essas ações contribuem 

para uma maior produção de cana por hectare e, ainda, o incremento de açúcar por tonelada de cana e a 

sustentabilidade do segmento.

 

A cana-de-açúcar é uma das mais importantes culturas agrícolas do país, que produz mais de 700 milhões de 

toneladas anualmente, rendendo valor de produção superior a R$ 5 bilhões. Atualmente, cerca de 58% da produção

 do cultivo está concentrada no Estado de São Paulo. Essas lavouras têm importância histórica para o

 desenvolvimento da região econômica desde o período colonial. Por isso, a UPL destacou na transmissão sua nova solução para os canaviais: o FlyUP.

 

"O FlyUp é a utilização de imagens áreas para fazer um mapeamento de infestações de ervas daninhas na

 cana-de-açúcar. Por meio de voos, conseguimos ter imagens de altíssima precisão e até 5 mil hectares lidos

 em algumas horas, o que é um ganho operacional bastante forte. Com isso, suportamos as usinas

 principalmente a ter uma decisão mais rápida e assertiva, melhorando a eficiência no controle de pragas", explicou o diretor durante live transmitida pelas redes da TV Cultura.

 

O episódio "Cadeias produtivas: cana-de-açúcar" contou ainda com a participação do secretário estadual 

da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Gustavo Junqueira, e do Ricardo Mussa, presidente

 da Raízen, empresa que detém o maior processamento de cana-de açúcar do Brasil.

 

Inteligência artificial no manejo da cana

 

FlyUP, debatido no projeto Caminhos do Agro, é uma das tecnologias mais modernas do mundo para o

 mapeamento aéreo de plantas daninhas e doenças nos canaviais. Trata-se de uma inovação baseada em

 inteligência artificial e também no uso de imagens de altíssima precisão, com capacidade de chegar até o 

nível do solo. Com três aeronaves, o dispositivo captura imagens com resolução de 0,3 mm/pixel de campos

 ao nível das folhas e pode percorrer 5.000 hectares por dia a 200 km/h.

 

A partir do sobrevoo, os clientes da UPL recebem informações e insights sobre as culturas imediatamente,

 identificando os primeiros sinais do surgimento de plantas daninhas, doenças fúngicas e até deficiências

 nutricionais. Os relatórios de cada voo são validados e revisados tecnicamente. Os reportes finais têm a 

assinatura de Pedro Christoffoleti, doutor em fitopatologia e ervas daninhas e professor e pesquisador da Escola 

Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo.

 

Caminhos do Agro

 

A websérie Caminhos do Agro é realizada pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento paulista, em parceria

 com a UPL e outras empresas. Os episódios serão transmitidos pelos canais do YouTube da TV Cultura 

(https://www.youtube.com/cultura) e da pasta (https://www.youtube.com/agriculturasp).

 

O projeto tem 10 episódios que mostrarão iniciativas, projetos, pesquisas e ações que contribuem para que o 

produtor paulista tenha uma produção cada vez mais eficiente e sustentável para abastecer o mundo. A UPL 

será a participante central em mais três episódios: agro seguro (21 de outubro), mercado (4 de novembro) e 

consumo (18 de novembro).

 

A UPL também participará de quatro lives sobre culturas específicas. Depois da edição sobre cana, será a 

vez da citricultura, em 28 de outubro. A olericultura – o cultivo de legumes – estará em pauta no dia 25 de

 novembro. Por fim, em 9 de dezembro, será a vez de abordar a maior e uma das mais importantes culturas 

brasileiras, a soja.

 

Sobre UPL

 

A UPL é uma fornecedora global de produtos e soluções agrícolas sustentáveis, com receita anual superior 

a US $ 5 bilhões. Como uma das 5 maiores empresas de soluções agrícolas do mundo, nosso robusto 

portfólio consiste em produtos biológicos e soluções tradicionais de proteção de cultivos, com mais de 

13.600 registros. Com presença em mais de 130 países e mais de 10.000 colaboradores globalmente,

 atuamos em cerca de 90% da produção de alimentos em todo o mundo. Para obter mais informações 

sobre nosso portfólio integrado de soluções para todos os ciclos dos cultivos, desde o tratamento de

 sementes até a mesa do consumidor, incluindo serviços e tecnologias digitais, visite upl-ltd.com.

 

 



 (+55) 11 3039-4100

   



Nenhum comentário