Auxílio emergencial de R$ 600 é prorrogado por mais dois meses


O decreto que prorroga, por mais dois meses, o auxílio emergencial de R$ 600 foi assinado nesta terça-feira (30) pelo presidente Jair Bolsonaro. Segundo o governo, cerca de 65 milhões de pessoas que tiveram o benefício aprovado receberão as duas parcelas adicionais.
O formato é diferente do que o governo anunciou, de três parcelas e valores menores, mas o montante por pessoa (R$ 1.200 no total) foi mantido.A Lei que instituiu o auxílio emergencial previa a possibilidade de que um decreto presidencial prorrogasse os pagamentos, desde que mantidos os valores estabelecidos.
“Obviamente, isso tudo não é apenas para deixar a economia funcionando, viva, mas dar o sustento para essas pessoas”, afirmou Bolsonaro em discurso no Palácio do Planalto. “Nós esperamos que, ao final dela, a economia já esteja reagindo, para que nós voltemos à normalidade o mais rapidamente possível”.

Nenhum comentário