Teste


Breaking News

Entidade baiana mantém ação civil contra a Globo e quer mais negros na novela Segundo Sol



Foi realizada nesta terça-feira (17),  no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador, uma audiência de conciliação entre a Rede Globo e a União de Negros pela Igualdade (Unegro). A entidade entrou com ação civil pública contra a emissora por considerar baixo o número de atrizes e atores negros no elenco da novela das 21h, “Segundo Sol”.
Representada por duas advogadas, as Organizações Globo não apresentou proposta de conciliação por não considerar justa e plausível a motivação da ação civil pública. De acordo com a ação, a trama não expressa em seu elenco a realidade da sociedade soteropolitana e baiana, já que a maioria dos atores e atrizes é formada por brancos, enquanto que Salvador é composta por 85% de negros e negras.  
"Diante da negativa, a Unegro reafirma sua disposição em continuar a luta nas ruas e nos tribunais para que a ausência de representação negra nas telenovelas como também na grade geral das redes de televisão sejam superadas. Vamos até o fim com esta Ação Civil Pública e diante da negativa da Globo em atender ao proposto na Ação, queremos a punição exemplar da emissora, de modo que os princípios da dignidade humana da população negra consagrado na Constituição sejam garantidos", bradou a presidenta nacional da Unegro, Ângela Guimarães.

Nenhum comentário