Teste


Breaking News

Aceno a Bolsonaro serviu de “basta” em relação conturbada de Zé Ronaldo com ACM Neto



A divergência escancarada de José Ronaldo e ACM Neto na última terça, após o debate da TV Bahia, foi só a ponta do iceberg de uma relação que não é boa desde a fase de pré-campanha.
Segundo o apurado pelo Varela Notícias, o ex-prefeito de Feira de Santana não concordou com a decisão do Centrão de caminhar com Geraldo Alckmin. ACM Neto foi um dos principais fiadores da escolha pelo tucano.
Durante a campanha, Ronaldo deu vários indícios de que gostaria de ter liberdade para estar caminhando ao lado de Bolsonaro, representante do antipetismo no país. Nunca escondeu sua preferência em nível nacional.
Uma das discussões de Zé Ronaldo com ACM Neto aconteceu depois da divulgação de uma pesquisa do Ibope em que seu nome apareceu bem distante de Rui e com derrota preocupante em Salvador. “A culpa disso é sua”, teria dito Ronaldo irritado ao prefeito de Salvador.
Na última terça, ao vivo, Zé Ronaldo decidiu soltar de vez as mãos de ACM Neto e anunciou sua intenção de votar em Bolsonaro. Mesmo com toda a repercussão da irritação do chefe do Thomé de Souza, a assessoria de imprensa do demista reafirmou sua posição, em nota enviada para jornalistas.
Nesta quarta, um dia depois do ocorrido, José Ronaldo sequer ligou para Neto. A interlocutores, ele diz que não deve satisfações ao correligionário, “que pouco ou nada” tem lhe ajudado na campanha.
Sabendo que os últimos dias de campanha são decisivos para boa parte do eleitor decidir seu voto, José Ronaldo aposta todas as suas fichas no candidato do PSL à Presidência.
Aos 67 anos, quer ser o representante fiel do antipetismo na Bahia e, assim, se não conseguir levar o embate ao segundo turno, deixar a eleição com a dignidade de uma boa votação.

Nenhum comentário