Teste

Breaking News

Bahia vence Bahia de Feira e se sagra campeão baiano de 2019


Na tarde desse domingo (21), Bahia e Bahia de Feira decidiram o título do campeonato baiano na Arena Fonte Nova. Como se já era esperado, o jogo foi absolutamente aberto, com chances para ambos lados, melhor para o tricolor da capital que soube aproveitar as chances que teve.
No primeiro tempo, o dono da casa exerceu uma grande pressão durante os 15 minutos inicias, mas o Tremendão conseguiu segurar bem o ímpeto do Bahia. O lande mais claro de gol do time da capital foi uma cobrança de falta de Arthur Caike aos 7 minutos, onde ele acertou a trave, já o tricolor do interior, teve sua grande chance nos pés de Jarbas, que de longe acertou um belo chute e obrigou Anderson a fazer uma grande defesa.
Na segunda etapa, entrou em cena o VAR, aos 8 minutos, em lance revisado pelo árbitro de vídeo, foi marcado um pênalti em cima de Eric Ramires, Gilberto cobrou e converteu. Aos 20 minutos, mais um pênalti marcado com o auxilio do VAR, após cobrança de falta, Gilberto botou a mão na bola dentro da grande área, e foi marcado a penalidade máxima para o Bahia de Feira, mas, Anderson defendeu a cobrança de Vitinho e no rebote fez outra grande defesa em chute de Victor Hugo.
O jogo continuou aberto, com o Bahia de Feira se lançando todo ao ataque, e o Bahia aproveitando os espaços que o Tremendão deixava nos contra-ataques, mas, não saíram mais gols. Com o resultado de 1×0 o Bahia se tornou Bicampeão baiano.
FICHA TÉCNICA
Bahia x Bahia de Feira
Campeonato Baiano – Final

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 21/04/2019 (domingo)
Horário: 16h
Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira, Paulo de Tarso Bregalda Gussen e José Carlos Oliveira dos Santos. Rodrigo Nunes de Sá, do Rio de Janeiro no VAR.
Bahia: Anderson; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca (Xandão) e Moisés; Elton e Douglas Augusto, Eric Ramires (Gregore); Artur, Arthur Caíke (Rogério) e Gilberto. Técnico: Roger Machado.
Bahia de Feira: Jair; Van, Victor Hugo, Paulo Paraíba e Alex Cazumba; Edimar (Ebinho), Jarbas, Capone, Bruninho e Vitinho (Dionísio); Deon. Técnico: Quintino Barbosa.

Nenhum comentário