Teste


Breaking News

Desemprego leva mais pessoas a abrirem o próprio negócio


Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o índice de desemprego no país foi de 12%, em média, no trimestre encerrado em janeiro.


A informação, que faz parte da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios) Contínua, revelou que o número de desempregados no Brasil foi de 12,7 milhões de pessoas.



Os dados mostram que o índice subiu em relação ao trimestre anterior, que foi de 11,7%. No mesmo período do ano passado, a comparação foi considerada estável, logo que o resultado havia sido de 12,2%.


Nessa realidade de mais de 12 milhões de pessoas desempregadas, muitas pessoas aproveitam o momento de recessão para empreender. Uma das características de um bom empreendedor, inclusive, é conseguir identificar oportunidades quando ninguém mais vê.


Largar o fantasma do desemprego e começar a empreender pode ser a melhor maneira de ganhar dinheiro. Portanto, é necessário um pouco de coragem, ousadia e criatividade para encarar o ritmo de abrir o próprio negócio.


Mas uma dúvida que permeia é de como começar. O portal Abertura Simplesselecionou algumas ideias interessantes para quem quer desviar da crise e começar o próprio negócio, mesmo em tempos de desemprego.


Abrir o próprio negócio em tempos de crise: Ideias para começar


Escolher uma ideia para começar não é tão difícil como parece. Você pode optar por algo que já tenha afinidade, ou que tenha conhecimento, ou até uma paixão no qual você gostaria muito de trabalhar. Confira algumas ideias abaixo:


1. Venda marmitex


Se você souber cozinhar, pode começar vendendo marmitex. Você pode aproveitar as tendências de comida saudável ou comidas caseiras para vender marmitas na sua região. Você pode aproveitar as redes sociais para oferecer seu serviço, como em grupos do seu bairro, ou oferecer nas empresas próximas. Porém, é importante estar atento às exigências da Anvisa.


2. Monte uma loja online (e-commerce)


Muitas pessoas preferem fazer compras pela internet, e por isso que lançar um e-commerce é uma ótima opção para trabalhar autônomo. Não existem limitações: você pode vender roupas, jóias, sapatos e muitos outros produtos. O melhor de tudo é que, caso você não tenha um espaço de estoque de mercadorias, pode apenas repassar os produtos quando os clientes comprarem.


3. Passeie ou cuide de pets


Para os apaixonados por pets, esse é um verdadeiro trabalho dos sonhos. Você pode se tornar um Dog Wallker, e levar os cachorros para dar uma volta, ou até mesmo abrir sua casa como "hotel" para os donos que não querem deixar seus animais sozinhos em casa. Existem alguns aplicativos que auxiliam no processo, para quem procura esses serviços.


4. Ofereça consertos e manutenções


Caso possua experiência com serviços domiciliares, como dedetização, limpeza de piscina, elétrica e mais, você pode ganhar um bom dinheiro com isso! Porém, é necessário que você tenha as ferramentas certas para executar esse trabalho. Outra opção é o mercado de eletroeletrônicos, onde você pode oferecer consertos de computadores, celulares e outros equipamentos.


5. Ensine qualquer coisa


Possui conhecimentos específicos em algum idioma, algum conteúdo que você acredita que possa ajudar outras pessoas, ou qualquer coisa que você seja muito bom? Que tal passar esses conhecimentos por meio de aulas online ou presenciais? Você pode se tornar professor particular oferecendo aulas na sua casa, na residência do aluno ou até mesmo pela internet.


6. Venda seu artesanato


Você não precisa ter experiência e nem conhecimento específico para começar nessa área, mas precisa ter muita força de vontade. A criatividade também é um diferencial no trabalho com artesanato. Existem muitos vídeos na internet e sites que disponibilizam os famosos "diy" (do it yourself), com passo a passo para começar com biscuit, crochê, materiais recicláveis e muito mais.


7. Produza algo e venda seu serviço


Nos dias de hoje, você não precisa trabalhar dentro da empresa para ganhar pelo seu serviço. Seja você um redator, designer, tradutor, fotógrafo, programador, artista ou qualquer outro profissional que produza algum serviço que possa ser feito de casa, você pode pegar alguns "freelas" e oferecer para diversas empresas por meio de sites e plataformas de freelancers.


Caso tenha interesse em abrir o próprio negócio, conte com o Abertura Simples para fazer a abertura da sua empresa. Fazemos abertura de CNPJ e todos os procedimentos para que você tenha seu negócio funcionando. Mais informações, clique aqui.



Sobre o Abertura Simples: Somos uma plataforma de conexão entre novos empreendedores e experientes contadores. Realizamos todo o processo de abertura de empresa, oferecendo todo serviço de documentação nos órgãos como Junta Comercial, Prefeitura, Secretaria da Fazenda e CEF para que você não tenha dores de cabeça.

Nenhum comentário