Mayra Cardi é intimada e fica proibida de falar nome de Arthur Aguiar: 'Quem deve teme'

Mayra Cardi é intimada e fica proibida de falar nome de Arthur Aguiar: 'Quem deve teme'
Foto: Reprodução / Instagram

A empresária e ex-BBB Mayra Cardi, ex-esposa do ator Arthur Aguiar, confirmou por meio de um comunicado que foi proibida pela Justiça de mencionar o nome do ex-companheiro. Em meio a um processo de separação polêmico, a digital influencer acusou o artista de submetê-la a um relacionamento abusivo (relembre aqui). Além disso, tornou público que Aguiar cometeu diversas traições, admitidas logo depois por ele. 

 

Em nota, Mayra afirmou que “quem deve teme” e que é natural, vindo dele, que se queira proibi-la de falar. “É um padrão desse tipo pessoa, principalmente quando são pegas: se não conseguem desmentir, a única opção é tentar silenciar. Contra fatos não há argumentos. Mas em cumprimento à determinação judicial, não posso mais me manifestar sobre o assunto”, disse Cardi, garantindo que irá cumprir com a decisão. 

 

De acordo com o portal Quem, no mesmo comunicado ela também destacou que, até o momento, tudo o que ela falou sobre a separação e as traições de Arthur foi comprovado e que todas as afirmações feitas foram “verificadas para saber a origem da informação antes de divulgá-la”. 

 

“Eu tenho relatos, prints e depoimentos de pessoas que contaram o que aconteceu. Eu sempre tomei o cuidado de não sair falando qualquer coisa. O ponto é: tudo o que eu disse até agora foram fatos e episódios que realmente aconteceram, e que até o presente momento não foram desmentidos. Pelo contrário, todos foram confirmados, inclusive pela ‘parte autora das traições’ — já que não posso falar nomes”, completou. 

 

Mayra e Arthur anunciaram a separação no início do mês de maio (relembre aqui). Juntos desde 2017, os dois tiveram uma filha chamada Sophia, de 2 anos. Além das polêmicas envolvendo as atitudes do ator, os dois travam uma batalha financeira. No início de junho, Aguiar revelou que iria entrar na Justiça contra Cardi para ter parte do lucro de uma empresa da qual era sócio (relembre aqui). 

Nenhum comentário