Neto coloca a velha guarda para escanteio

 

Nomes antigos da política baiana, João Leão (PP) e Marcelo Nilo (Republicanos) podem ter se precipitado ao deixar de apoiar o grupo da situação na Bahia para se juntarem ao grupo liderado por ACM Neto, do União Brasil.

João Leão, que almejava uma cadeira no senado após deixar a vice-governadoria no fim do governo do seu agora opositor, Rui Costa, acabou sendo preterido pelo herdeiro carlista, que escolheu Cacá Leão para concorrer ao senado.

Já Marcelo Nilo aproximou-se do ex-prefeito acreditando que iria compor a chapa da majoritária, na posição de vice-governador. No entanto, as falas recentes de Neto indicam que este plano parece ter sido descartado.

Há alguns meses, em embate através da mídia, Rui Costa previu que Nilo acabaria por não ser candidato a nada. Para infelicidade do republicano, este parece ser o cenário mais provável atualmente, já que não há, para ele, um plano B.

Nenhum comentário