Teste

Automatic Slideshow

Breaking News

Ambulante é preso por engano e passa um mês na cadeia



Acusado de roubar o celular da mulher de um policial, o ambulante Wilson Alberto Rosa, 32, ficou preso durante um mês no Centro de Detenção Provisória (CDP) do 100º Distrito Policial de Jardim Herculano, em São Paulo.
No boletim de ocorrência havia a descrição de um suspeito de pele negra, cabelo raspado, 1,70 de altura e rosto magro. Foi por ter essas características que Wilson foi preso, cinco meses e quatro dias após o roubo, sendo reconhecido pela vítima através de uma foto tirada pelo policial e enviada à sua esposa através do WhatsApp. Depois de 32 dias preso, a Justiça concluiu que ele era inocente.
O caso de Wilson pode ser mais comum do que se pensa. De acordo com um levantamento do Conselho Nacional de Justiça, o Brasil tem hoje mais de 650 mil presos, sendo que cerca de 220 mil são presos provisórios, que ainda não passaram por julgamento.

Nenhum comentário